terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Vídeos mostram detalhes da ação de bandidos e explosão em banco na Zona da Mata de PE

Imagens de câmeras de segurança divulgadas pela Polícia Federal em Pernambuco (PF) mostram detalhes da ação de criminosos que explodiram 10 caixas eletrônicos na agência da Caixa Econômica Federal (CEF) em Carpina, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. Segundo a Polícia Militar, 10 homens participaram da investida, na madrugada desta terça-feira (4). (Veja vídeo acima)
A PF divulgou três vídeos da investida. No primeiro deles, um homem aparece junto aos caixas eletrônicos da agência bancária. Ele usa um instrumento para abrir buracos no terminal de autoatendimento. Em seguida, coloca explosivos.
Outros dois homens também surgem nas imagens. Não é possível visualizar os rostos, mas as câmeras mostram detalhes da colocação dos explosivos. No chão, aparece uma sacola com ferramentas, usadas na ação.
No fim do primeiro vídeo, dois homens acendem os explosivos. É possível observar o fogo em dois caixas eletrônicos. As câmeras registram o momento da explosão e as imagens ficam tremidas.
No segundo vídeo, a sequência da explosão é gravada por outra câmera. Por meio desse equipamento, é possível acompanhar o impacto e pedaços do teto caindo. Há muita fumaça na agência, na área onde estão algumas cadeiras.
No terceiro vídeo fornecido pela PF, aparecem nas imagens cenas de destruição da agência da Caixa de Carpina. Pedaços de material de construção ficaram espalhados pelo chão. Há buracos no teto e fios e placas de gesso pendurados.
Crime
De acordo com a PM, os bandidos estavam em dois carros e chegaram à Praça Joaquim Nabuco, no Centro da Cidade, efetuando disparos de armas de fogo.
Antes da fuga, os homens trocaram tiros com a PM, mas ninguém ficou ferido. O grupo fugiu pela rodovia estadual que dá acesso ao município de Lagoa de Itaenga, também na Zona da Mata.
Por volta das 5h30 desta terça (4), a PM fez o isolamento da área para aguardar a chegada da Polícia Federal (PF). Pouco antes das 8h, policiais federais seguiram do Recife em direção à agência em Carpina.
Números da violência
De acordo com dados do Sindicato dos Bancários informados nesta terça (4), Pernambuco soma 184 investidas criminosas contra bancos ao longo de 2018. Desse total, 63 foram explosões, 45 foram assaltos, 43 foram arrombamentos e 25 foram estelionatos. Outros seis casos foram referentes a sequestros. Houve, ainda, dois registros de invasões.
O Agreste lidera o número de ocorrências, somando 80 casos ao longo do ano. Em seguida está a Região Metropolitana do Recife, com 39 investidas criminosas. O Sertão e a Zona da Mata têm, respectivamente, 38 e 27 registros de crimes contra banco, segundo o sindicato.
Outros casos
Em maio, caixas eletrônicos do Banco do Brasil no Centro de Pombos, na Zona da Mata, também foram alvo de bandidos, que levaram uma quantia não informada em dinheiro. Segundo a PM informou na época, os assaltantes atiraram com fuzis e pistolas contra uma viatura da corporação.
Na madrugada de 30 de junho deste ano, bandidos explodiram dois caixas eletrônicos na Caixa Econômica Federal em Limoeiro, no Agreste de Pernambuco, distante 77 quilômetros do Recife. De acordo com a Polícia Militar, os assaltantes aproveitaram a movimentação de pessoas no Centro da cidade, por causa dos festejos de São Pedro, e atiraram várias vezes para o alto.
No dia 21 de junho, bandidos explodiram um caixa eletrônico em Buenos Aires, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, distante 78 quilômetros do Recife. Segundo a Polícia Militar, a ação dos bandidos ocorreu no posto bancário do Bradesco, no Centro da cidade.
Nova Lei
Em junho, entrou em vigor a Lei 16.388, de 19 de junho de 2018, que obriga a instalação de dispositivos que retardem em pelo menos 20 minutos a tentativa de arrombamento com o uso de marretas, cinzéis, pés de cabras ou materiais semelhantes, ou que impeçam a instalação de explosivos em caixas eletrônicos nos bancos de Pernambuco.
G1/PE