sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Homem morre em confronto com a PM na Zona Leste Natal; população protesta

Um homem morreu durante um confronto com a Polícia Militar na comunidade do Paço da Pátria, Zona Leste de Natal, no final da manhã desta sexta-feira (14). No início da tarde, moradores do bairro protestaram queimando galhos de plantas e colchões, fechando ruas. Este foi o terceiro caso de morte em confronto com a PM na Região Metropolitana em menos de 24h.
Os policiais foram até o Paço da Pátria para apreender o adolescente de 16 anos envolvido no roubo que resultou na morte do estudante Benes Júnior, filho de Benes Leocádio, ex-prefeito de Lajes. O rapaz havia sido solto na quarta-feira (12), por falta de vaga no sistema de sócio educação. Contudo a vaga foi aberta e a Justiça reviu o posicionamento, determinando novamente a apreensão.
Pessoas que moram no Paço da Pátria fecharam ruas com colchões e galhos queimados em protesto contra a PM  — Foto: Redes Sociais
De acordo com a PM, ao chegar na casa onde estava o rapaz que participou do roubo, os policiais encontraram na companhia com um homem armado. Houve troca de tiros e o homem morreu. A polícia não divulgou a identidade dele. O adolescente foi apreendido. Com os dois, a PM apreendeu uma pistola e pequenas quantidades de droga.
Depois da operação, moradores da comunidade protestaram e fecharam três ruas com colchões, lixo e restos de plantas queimados. A saída do Viaduto do Baldo em direção ao Paço da Pátria, bem como a subida para o Alecrim e a via que dá acesso à Ribeira foram fechadas.
A população alega que o homem foi executado, que não trocou tiros com a polícia. A versão é negada pela PM, e equipes foram mandadas ao local para contes a manifestação.
G1/RN



 Avenida Getúlio Vargas, 1373 - Currais Novos
Antigo Posto São Luiz
RECEBEMOS TODOS OS CARTÕES DE CRÉDITO