quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Policial Militar do RN morre após passar mal durante treinamento em piscina na PB

Um policial militar do Rio Grande do Norte morreu na noite desta terça-feira (28) em Campina Grande. De acordo com o comandante do Grupamento Especializado de Operações em Área de Caatinga (GEOsAC), major Wherick Lima, o PM foi socorrido para o hospital após passar mal durante um treinamento em uma piscina do curso de educação física no campus da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB).
Inicialmente a polícia havia informado que a atividade ocorria em um clube no município de Pocinhos, no Agreste da Paraíba. O caso aconteceu por volta das 23h, no campus universitário em Bodocongó, quando o policial Pedro Enilson de Araújo, de 38 anos, estava dentro da piscina com outros policiais militares recebendo instruções de exercícios para aprimoramento do nado.
O comandante Wherick disse que, ao final do treinamento, na parte mais didática, o policial teria apresentado nervosismo para realizar um dos procedimentos.
Ainda segundo o comandante do GEOsAC, o instrutor do treinamento percebeu que Pedro Enísio não estava conseguindo fazer o exercício e forneceu uma bóia para que o policial pudesse ter apoio, mas o pm teria continuado com dificuldades. Em seguida, os outros policiais socorreram Pedro Enísio e levaram ele até a borda da piscina, onde já chegou desmaiado.
Ao ser retirado do local, os policiais militares fizeram os primeiros procedimentos em Pedro Enilson para tentar reanimá-lo, mas sem sucesso. O policial foi socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, que informou que ele já chegou morto à unidade de saúde.
O policial militar era da corporação do Rio Grande do Norte e fazia intercâmbio com o GEOSAC da Paraíba. Exames serão realizados para que seja descoberta a causa da morte.
O coronel Rodrigo Trigueiro, do batalhão de choque do Rio Grande do Norte, informou que o policial teve um mal súbito. O coronel teve acesso às imagens do treinamento e disse que no local havia toda estrutura para socorro. O policial pertence ao batalhão de choque do RN e estava no curso COSAC (Curso de Operações do Sertão em área de Caatinga).
G1/PB





NOTA DE ESCLARECIMENTO