quinta-feira, 19 de julho de 2018

Suspeito de matar taxista encontrado carbonizado dentro de táxi em Mossoró foi preso

Uma operação desencadeada pela Delegacia de Homicídios com apoio da 2ª DP, nesta quarta feira 18 de julho em Mossoró, resultou na prisão de um foragido da justiça, apontado como principal suspeito de matar o taxista Antônio Arieudes Márcio de Meneses,crime ocorrido no dia 30 de abril desse ano em Mossoró RN.(RELEMBRE)
O corpo do taxista foi encontrado carbonizado dentro do próprio veículo que estava totalmente queimado, em estrada carroçável por trás do Partage Shopping e próximo ao Assentamento Sol Nascente, na zona rural de Mossoró.
Raimundo Cleiton Ferreira da Silva, foi preso em uma casa no Conjunto Vingt Rosado em Mossoró e de acordo com o delegado da Homicídios, Rafael Arraes, Raimundo Cleiton teria matado o taxista porque tinha uma dívida por empréstimo com Arieudes.
A investigação apontou que a dívida estava sendo cobrada e que o Cleiton não queria pagá-la e por isso resolveu matar o taxista. 
Segundo o delegado Arraes, o acusado nega o crime e disse que no dia do assassinato estava em um motel, mas há provas contundentes da participação dele no crime.
Rafael Arraes disse que vai pedir a justiça a prisão preventiva de Raimundo Cleiton e que as investigações vão continuar, para chegar aos demais envolvidos na morte do taxista, uma vez que segundo o delegado Cleiton teve ajuda de outras pessoas para matar Arieudes e depois queimar o carro com ele dentro.
Raimundo Cleiton Ferreira da Silva cumpria pena na Penitenciária Mário Negócio por um crime de homicídio praticado em 2004 na Rua Juvenal Lamartine no Bairro Santo Antônio em Mossoró onde foi vítima a pessoa de Orion Freire da Silva, que foi morto por estrangulamento. O apenado fugiu da unidade prisional em 2016 e estava foragido desde então. 
Na casa onde Raimundo Cleiton foi preso, havia um outro foragido da Justiça com ele. Ramon Alves de Souza, se apresentou com nome falso, mas depois de uma conversa amigável com os policiais civis ele resolveu confessas que era fugitivo da Penitenciária Mário Negócio. Os dois foram encaminhados ao sistema prisional.
FIM DA LINHA