quinta-feira, 10 de maio de 2018

Operadores da Segurança do RN cobram ações do Estado

Representantes dos operadores da Segurança Pública do RN se reuniram, na manhã desta quinta-feira (10), para discutir sobre a onda de violência contra policiais e cobrar ações do Estado.
O Fórum de Segurança do RN, formado por sindicatos e associações, elaborou propostas para serem apresentadas ao Governo do Estado com objetivo de coibir e punir aqueles que atacam os servidores. Participaram da reunião desta quinta-feira o Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol), o Sindicato dos Servidores do Departamento de Polícia Federal (Sinpef) e a Associação dos Bombeiros Militares (ABM).
Três propostas centrais foram elaboradas. São elas: criação de um Núcleo de Investigação de Crimes contra Operadores da Segurança; adoção de Procedimento Operacional Padrão pela Sesed em caso de crimes contra os servidores; e realização de Operação Saturação Contínua em áreas de atuações de facções criminosas.
Um ofício com essas sugestões e a solicitação de uma reunião com o Governo do Estado será protocolado no Gabinete Civil ainda nesta quinta-feira.
Além disso, o Fórum de Segurança Pública do Rio Grande do Norte (Foseg-RN) irá atuar na informação junto aos próprios operadores da Segurança. Uma cartilha será elaborada orientando sobre condutas e cuidados fora dos expedientes. 
O Fórum O Fórum de Segurança Pública do Rio Grande do Norte foi criado em 2015 com a missão de promover debates, traçar estratégias, ações e propostas para o aparelhamento e desenvolvimento do setor. É composto pelo Sindicato dos Servidores do Departamento de Polícia Federal do RN (Sinpef-RN), Associação dos Bombeiros Militares do RN (ABM-RN), Associação dos Cabos e Soldados da PM do RN (ACS-PMRN), Associação dos Guardas de Trânsito do RN (AGT), Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais Militares e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBM-RN), Sindicato dos Agentes Penitenciários do RN (Sindasp-RN), Sindicato dos Guardas Municipais do RN (Sindguardas-RN), Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública do RN (Sinpol-RN) e Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais do RN (Sinprf-RN).
JAIR SAMPAIO