sexta-feira, 18 de maio de 2018

Operação em Nísia Floresta contra integrantes da facção Sindicato do RN

A Delegacia Municipal de Nísia Floresta, com apoio da Polícia Militar, deflagrou na manhã desta quinta-feira (17), a Operação Titico que visou cumprir mandados de busca, apreensão e prisão contra integrantes de uma facção criminosa que vinha praticando crimes como roubos, homicídios, porte ilegal de armas, tanto em Nísia Floresta, como nos municípios vizinhos. Na ação foram presos dois homens, apreendido um adolescente e apreendidas armas e munições.
O nome da Operação é uma homenagem ao agricultor e funcionário do SAMU Francisco de Holanda, conhecido como Titico, assassinado no dia 09 de fevereiro, por integrantes da facção criminosa. Durante a ação foram presos Edielson Gomes de Freitas, 27 anos e Luzemberg Francisco da Silva, 31 anos.
“A ação realizada em Nísia Floresta, resultado de uma ação integrada entre a Polícia Civil e Militar, é fruto de um trabalho investigativo que foi desenvolvido durante meses, que contou com o apoio dos setores de inteligência. Tivemos um resultado exitoso, pois além das prisões, conseguimos apreender armas e material ilícito relacionado aos crimes que estavam sendo cometidos na cidade”, destacou a Delegada-Geral da Polícia Civil, Adriana Shirley.
De acordo com o delegado titular da DP de Nísia Floresta, Marcelo Aranha, a Operação Titico é um desdobramento da Operação Bonfim, que foi realizada em abril deste ano. “Essa ação busca desarticular as ações criminosas da facção Sindicato do RN, a qual vem efetivando crimes em áreas como Pium. Eles estariam envolvidos em crimes como roubos e furtos em residências e granjas, homicídios e tráfico de drogas”, detalhou o delegado. 
“A Polícia Militar também já vinha monitorando as ações que este grupo estava praticando, ações criminosas não só em Nísia Floresta, mas também em áreas vizinhas como São José do Mipibu. Esta ação de hoje é resultado da soma dos nossos esforços que continuarão, contra a ação destes criminosos”, afirmou o comandante do 3° Batalhão de Polícia Militar (BPM), tenente-coronel Dimas.
POLÍCIA CIVIL