terça-feira, 6 de março de 2018

DUPLO HOMICÍDIO EM MOSSORÓ CONTABILIZANDO 54 EM 2018. CRIMINOSOS INVADEM RESIDÊNCIA E EXECUTAM HOMENS, MULHER E CRIANÇA SÃO POUPADOS

Execução com requintes de crueldade. Assim que o Cabo Silva Belo da viatura do Belo Horizonte definiu esse duplo homicídio no bairro Quixabeirinha em Mossoró. O CIOSP acionou a viatura para a rua Daniele da Costa Paiva, no Quixabeirinha informando que populares ouviram diversos disparos de arma de fogo.
Chegando ao local, bem próximo ao antigo bar da Creuza, os policiais encontraram a residência arrombada e dois homens mortos dentro do imóvel.
De imediato foram acionados, ITEP e uma equipe da Delegacia de Plantão. Cabo Silva Belo informou que no local a lei do silêncio sempre em primeiro plano.
O que se conseguiu aqui foi que a companheira de um dos homens teria sido poupada juntamente com seu filho recém nascido.
Após perícia no local, as vítimas foram identificadas. Mikael Camilo da Silva, que era morador da rua Francisco Pascoal, Santo Antônio, teria sido alvo três vezes de tentativa de homicídio.
A última em 13 janeiro deste ano.(RELEMBRE)
Ele tentava tocar a vida com seu filho e sua companheira, porém não escapou da quarta e última tentativa.
Já os moradores e a polícia acredita que a segunda vítima identificada como: Francisco das Chagas Gomes da Silva, 44 anos conhecido como "Chaguinha" ou "Paraíba", morreu inocente.
"Ele estava aqui apenas para ajudar Mikael, em suas necessidades, por que ele estava se recuperando dos tiros em janeiro desse ano em frente ao Diocesano.
Disse um morador, que ainda frisou que seu Chaguinha gostava muito de ajudar as pessoas. Em uma conversa com a companheira de Mikael ainda bastante abalada, ela viu pelo menos três dentro da casa.
"Eles mandaram eu ficar no banheiro, e diziam que não iam me matar nem o meu bebê. Perguntaram pela arma de Mikael eu falei que ele não tinha, aí eles reviraram tudo quarto e como não acharam arma foram embora". Finalizou a jovem. 
Delegado deverá preparar relatório e encaminhar tudo que foi colhido para a DHPP que investigará o caso. Várias cápsulas de 380 e cartucho de calibre 12 foram recolhidos no local.
Mossoró agora contabiliza 54 homicídios em 2018.
PASSANDO NA HORA




O MELHOR PREÇO DE MEDICAMENTOS DA CIDADE VOCÊ ENCONTRA AQUI, VENHA CONFERIR

MAIS DE 30 ANOS ATENDENDO A POPULAÇÃO CURRAISNOVENSE