domingo, 4 de fevereiro de 2018

'Achei que era uma ambulância', diz preso após bater em carro da polícia durante perseguição no RN

"Achei que era uma ambulância", disse à polícia um homem preso na madrugada deste domingo (4) em Maxaranguape, no Litoral Norte potiguar, após se envolver em um tiroteio com a Polícia Militar e bater na viatura durante uma tentativa de fuga. Um policial ficou ferido. Outro suspeito fugiu.
O caso foi registrado na Delegacia de Plantão da Zona Norte de Natal. De acordo com o relatório, exames comprovaram que o homem estava sob efeito de álcool.
O caso aconteceu por volta das 2h30. Dois homens que estavam em um carro modelo Classic preto foram abordados pela equipe da Polícia Militar que fazia um patrulhamento na região e deu ordem de parada.
De acordo com o relato dos policiais militares, a dupla atirou contra a equipe e tentou fugir. Porém, durante a perseguição, o motorista jogou o carro contra a viatura e bateu. Foi preciso chamar reforço.
A batida deixou pelo menos um soldado da PM ferido. Ele foi levado pelos colegas ao Pronto-Socorro Clóvis Sarinho, na Zona Leste de Natal, com sangramento no nariz e na boca.
O suspeito que atirou contra os policiais conseguiu fugir, mas o motorista foi detido.
Levado à Delegacia de Plantão, o motorista afirmou aos policiais que bateu contra a viatura porque achava que era uma ambulância. "Não levamos isso em conta porque ele estava sob efeito de álcool", disse um dos policiais civis que atendeu à ocorrência ao G1.
O homem deverá responder pelos crimes de lesão corporal, lesão ao patrimônio, além de dirigir sob influência de álcool.
G1/RN