sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Transferida de helicóptero, bebê caicoense de 5 meses morre em hospital da capital e família alega negligência

JAIR SAMPAIO
Uma bebê de apenas cinco meses morreu nessa tarde, por volta do meio dia, na capital do estado, segundo a família, vítima de pneumonia. Wislany Maia estava doente há mais de cinco dias, e ontem, 08, foi transferida de helicóptero para Natal. Os pais da garota residem no bairro Boa Passagem, zona norte de Caicó.
Indignada, a família fala em negligência médica. "A mãe da bebezinha a levou no Hospital Regional do Seridó há cerca de 5 dias, foi atendida e voltou para casa. Ontem, 08, a menininha apresentou um quadro de piora. Com sintomas bem divergentes do que diagnosticaram no primeiro dia de atendimento, a mãe novamente a levou ao H.R.S, e quando chegou lá a equipe médica disse que não sabia o que era, logo providenciou o helicóptero", disse uma amiga.
Ainda de acordo com a amiga da família, a criança chegou em Natal muito desidratada e com chance mínima de recuperação. "Assim que chegou lá os médicos já desconfiaram que a bebê estava acometida de pneumonia, e com inflamação bem avançada. Sem chance de reversão, Wislany Maia ficou na UTI lutando pela vida, mas morreu hoje ao meio dia", disse.
Inconformada e pedindo justiça, a mãe da bebê, Waldinha Maia, está agora sob relaxantes. De acordo com a amiga, amanhã ela deve falar com a imprensa e dizer toda a verdade, principalmente do atendimento que deram a sua filha. 
O corpo da bebê saiu nesse exato momento da capital com destino a Caicó (20:30 hs).




Nenhum comentário:

Postar um comentário

CURRAIS NOVOS: BANDIDOS RENDEM VIGILANTE ROUBAM ARMA, COLETE E ATÉ COTURNO

JOTA DANTAS / ADAILSON CARLOS Por volta de 20h20min desta terça (21), três homens vestidos de preto e encapuzados, renderam o vigila...