sexta-feira, 6 de outubro de 2017

PF prende suspeito de chefiar roubos a bancos no Nordeste

AGÊNCIA DE FLORÃNIA
Várias armas e munições também foram apreendidas em  operação da Deicor (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
G1/RN
A Polícia Federal prendeu um homem apontado como chefe de uma quadrilha especializada em ações criminosas contra agências bancárias no Nordeste. A prisão aconteceu nesta quinta (5) durante o cumprimento de mandados no Rio Grande do Norte e em Pernambuco. A ação foi denominada de 'Operação Rastilho', que significa rastro de pólvora. O nome do preso não foi revelado.
Segundo a PF, os crimes realizados pela quadrilha aconteciam sempre na madrugada e, além das instituições bancárias, bases da Polícia Militar também eram atacadas.
No RN, foram cumpridos dois mandados de prisão em Natal, um em Assu e outro em Lajes. Já em Pernambuco, foi cumprido um mandado de prisão na cidade de Surubim.
Ainda no RN, também foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão em Natal, um em Lajes e outro em Assu. Em Santa Cruz do Capibaribe, também em Pernambuco, ainda houve um mandado de busca e apreensão cumprido.
Durante o cumprimento dos mandados, um homem foi encontrado de posse de um revólver e preso em flagrante.
Investigações
Iniciada há nove meses, a investigação da Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio e ao Tráfico de Armas (DELEPAT), teve seu início após o assalto praticado contra a agência do Banco do Brasil de Lajes, no final de janeiro deste ano, sendo apurado, em sequência, outros roubos contra as agências de várias cidades, como:

No RN

Florânia 
Umarizal 
Caraúbas 
João Câmara 
Santana do Matos 
Touros 
Na Paraíba
Ingá 
Belém do Brejo do Cruz 
Chefe
Durante as diligências, a PF estourou ainda os locais de apoio do bando e conseguiu prender, em Santa Cruz do Capibaribe, um homem foragido da Justiça acusado de ser o chefe da organização criminosa. Ele é apontado ainda como um dos maiores assaltantes de bancos do Nordeste.
Marco Zero
Ainda de acordo com a PF, parte desse mesmo grupo criminoso já havia sido preso anteriormente em uma operação deflagrada pela Polícia Civil do RN (Deicor), quando foram apreendidas várias armas utilizadas nos assaltos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sem empréstimo de R$ 698 milhões, governo do RN não tem recursos para pagar salários

G1/RN Governando o Rio Grande do Norte interinamente até esta sexta-feira (20), durante a ausência de Robinson Faria (PSD), que foi à E...