terça-feira, 5 de setembro de 2017

UFRN supera média nacional do ENADE em cursos com conceitos quatro e cinco


A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) teve 87 dos seus cursos avaliados com conceitos 4 e 5 no Exame Nacional de Desempenho de Estudante (Enade), documento referente ao ano de 2016. O número é superior à média nacional de 31% e também maior que o desempenho quando analisado apenas o desempenho de universidades federais, cuja porcentagem de cursos com conceitos quatro e cinco não atingiu 60%.
Os dados foram divulgados na sexta-feira (1º), pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O Enade avaliou em 2016 os cursos das áreas de saúde, ciências agrárias e áreas afins, ambiente e saúde, produção alimentícia, recursos naturais, militar e segurança. Na UFRN, passaram por avaliação os cursos de Biomedicina, Educação Física, Enfermagem (Natal), Enfermagem (Santa Cruz), Farmácia, Fisioterapia (Natal), Fisioterapia (Santa Cruz), Nutrição (Natal), Nutrição (Santa Cruz), Medicina, Odontologia, Serviço Social, Zootecnia (Macaíba), Agronomia, Fonoaudiologia e Gestão Hospitalar.
Eles foram avaliados numa faixa de um a cinco medindo o desempenho de estudantes das instituições, sendo usados para a composição de outros indicadores, como o CPC (Conceito Preliminar de Curso). Ainda em relação aos números alcançados pela UFRN, nenhum recebeu avaliação dois ou um, as mais baixas dentro dos critérios de avaliação do Inep. Todos os números estão disponíveis no endereço.
A estrutura da prova do Enade é composta de 40 questões, divididas em duas partes. A primeira, com 10 itens, é a Formação Geral (FG). Nela são abordados temas como sociodiversidade, biodiversidade, globalização, cidadania e problemas contemporâneos. Na segunda parte, com 30 questões, o Componente Específico (CE) considera os conteúdos de cada profissão.
A perspectiva é que a partir de novembro o Governo Federal divulgue outros dois índices que tomam a prova do Enade como base, que são o Conceito Preliminar do Curso (CPC) e Índice Geral de Cursos (IGC). Eles ainda estão em processamento e vão incluir, além do desempenho dos alunos, questões como corpo docente, infraestrutura, recursos didático-pedagógicos e ainda a avaliação dos cursos pós-graduação de cada instituição junto a Capes.
Fonte: Jair Sampaio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ADOLESCENTE DE 14 ANOS FOI ATINGIDO A TIROS EM CURRAIS NOVOS

J JÚNIOR POR VOLTA DAS 12 HORAS DESSA QUARTA-FEIRA (22/11) UMA TENTATIVA DE HOMICÍDIO FOI REGISTRADA NA RUA BOA VISTA, BAIRRO SANTA MARI...