quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Polícia Civil de João Câmara esclarece homicídio ocorrido em Pureza onde mulher foi carbonizada

PC/ASSECOM
Uma equipe de policiais civis de João Câmara prendeu, nesta quarta-feira (27), Carlos Alberto de Lima Júnior em cumprimento a um mandado de prisão preventiva e Joseph Marcel Bezerra Meira, que se encontra internado em um hospital psiquiátrico. Eles são apontados como responsáveis pelo homicídio de Marcela da Silva, moradora da cidade de Touros. No dia 27 de agosto o corpo da vítima foi encontrado carbonizado na estrada carroçável entre os povoados de Cana Brava e Carnaubal, na cidade de Pureza.
No crime, Carlos Alberto e Joseph Marcel teriam saído de uma festa na cidade de Touros em direção à cidade de João Câmara pela RN 023. Durante o percurso a dupla teria realizado aproximadamente 06 roubos a carros e motocicletas. A vítima estava em uma motocicleta no modelo Traxx, que pertencia a um parente, quando foi vista pela dupla. Carlos Alberto ao passar próximo da vítima a derrubou da motocicleta que caiu sobre o seu corpo. No momento em que Carlos Alberto foi pegar a motocicleta da vítima, para efetuar o roubo, ela o reconheceu chamando pelo nome de “Juninho” como era conhecido. Carlos Alberto após o reconhecimento teria soltado a motocicleta sobre a cabeça da vítima e ateado fogo na mesma, sendo ela carbonizada no local.
A equipe de policiais conseguiu através de investigações identificar a dupla como responsáveis pelo ato criminoso. Foram realizadas diligências e Carlos Alberto foi preso. Joseph Marcel se encontra internado no hospital psiquiátrico.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Preso foi encontrado morto no CDP de Parelhas

MARCOS SILVA No início da manhã deste Domingo (10/12) por volta das 05h30min, um detento do Centro de Detenção Provisória de Parelhas, ...