sábado, 16 de setembro de 2017

Acusado de matar adolescente em Mossoró foi preso, 24 horas após o crime, com ajuda da população

PASSANDO NA HORA
A Delegacia Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Mossoró, prendeu, nesta sexta-feira 15 de setembro de 2017, 24 horas após o crime, o principal suspeito de matar, com sete tiros, o adolescente André Lucas de Sousa Felipe, de 17 anos, quarta-feira (13), na região do Pirrichil. (RELEMBRE).
O suspeito identificado como Eduardo Elizeu Gonçalves, 24 anos "Eduardo Pestinha", teve a prisão preventiva decretada pela 1ª Vara Criminal, atendendo com agilidade ao pedido formulado pelo delegado que preside o inquérito policial, e apura o caso, Dr. Rafael Arraes, titular da especializada. Apesar do acusado negar o crime, os investigadores não têm dúvidas de que foi Eduardo que matou o adolescente André Lucas. 
Segundo o Delegado Rafael Arraes, o suspeito foi reconhecido por testemunhas oculares, que revoltados o denunciaram, e um segundo elemento está sendo procurado.
Com ele foi apreendido na cabeceira da cama um revolver calibre 38 com quatro munições intactas, que possivelmente foi sim a arma usada no crime.
O delegado ressaltou que "Pestinha" é um indivíduo de altíssima periculosidade, já é investigado por pelo menos cinco homicídios, inclusive um deles já encaminhado ao judiciário, e espera que ele passe um bom tempo atrás das grades.
Ainda segundo o delegado o Lucas estaria com familiares, levando seu filho de um ano e onze meses que tem problema de asma para a UPA, em um carro emprestado, a vítima não era inimigo dele e de ninguém na região, e foi morto pelo simples fato de ser parecido com um desafeto, que segundo relatos, a muito tempo ele estava querendo matar esse inimigo que parecia com o jovem assassinado, ou seja matou um inocente pelo simples fato de circular no Pirrichil. Ai vem a pergunta. Será que os cidadãos de bem não pode andar no Pirrichil? Eduardo ficrá a disposição da justiça.
O crime, segundo declarações do Dr. Rafael Arraes, titular da DHPP.
"O primeiro disparo atingiu a cabeça da vítima, em seguida ele puxou a vítima para fora do veículo. Nisso, a criança que estava com ele, caiu ao lado, e mesmo assim "Eduardo Pestinha"continuou efetuando mais disparos todos na região da cabeça. Portando uma criança de apenas um ano e onze meses presenciou a execução de seu pai".



MECÂNICA EM GERAL COM PROFISSIONAIS QUALIFICADOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ACUSADO DE TRÁFICO DE DROGAS MORRE EM CONFRONTO COM A PM EM EQUADOR/RN

J JÚNIOR INFORMAÇÕES E FOTOS WHATSAAP POR VOLTA DAS 16 HORAS DESSA SEXTA-FEIRA, 22/09, POLICIAIS MILITARES DA CIDADE DE EQUADOR FOR...