quinta-feira, 22 de junho de 2017

Mulheres de policiais militares realizam ato contra a violência


PORTAL BO
Somente esse ano 12 policiais militares foram mortos no Rio Grande do Norte. O dor da perda levou o Fórum de Mulheres de Praças do RN (Fomup/RN) a realizar um ato público em defesa da vida, nesta quinta-feira (22), em frente à Governadoria.
A presidente do Fomup/RN, Adriana Karla Botelho, clama por um posicionamento do Governo do Estado. "Essa ato é um grito de socorro! Vivemos rodeadas pela incerteza se nossos maridos irão voltar para casa vivos ou não. Estamos aqui para externar também o sentimento de revolta pelo silêncio do estado que não se pronuncia quanto a morte dos PMs e das famílias que sofrem", diz.
A viúva do soldado Daniel Pessoa, morto após reagir a um assalto em um shopping da zona norte de Natal, no dia 31 de fevereiro, participou do evento e emocionou a todos com as palavras de saudade e com o sentimento da falta de esperança. "Ainda sinto uma grande tristeza. Faz quatro meses que meu marido faleceu e quase todos os dias acordamos com a mesma notícia de um PM assassinado ou violentado, com isso a gente revive a mesma dor das outras famílias. Hoje eu me pergunto: que lugar é esse que vamos criar nosso filhos? Diante da crise na segurança pública eu lamento a falta de esperança em dias melhores", diz Martina.




SUPERMERCADO O BARATÃO DUAS LOJAS PARA MELHOR ATENDER A POPULAÇÃO CURRAISNOVENSE, VENHA CONFERIR NOSSAS PROMOÇÕES

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Corpo de mulher foi encontrado nas águas de rio em Mossoró

PASSANDO NA HORA Um corpo do sexo feminino,foi encontrado por populares na tarde deste domingo 24 de setembro de 2017,na Barragem de Ba...