sexta-feira, 16 de junho de 2017

DEFUR prende por força de mandado judicial mais dois suspeitos de envolvimento no latrocínio do servidor da UERN em Mossoró

Jefferson Batista e Ivonete Tintino foram presos nesta sexta feira por força de mandado judicial

FIM DA LINHA
Há pouco mais de treze dias após o crime de latrocínio, (Roubo seguido de morte) contra o servidor da Universidade Regional do Rio Grande do Norte (UERN), Heroito Gonçalves Falcão, morto dentro de casa no Abolição II em Mossoró, durante assalto, a Delegacia de Furtos e Roubos (DEFUR) com apoio da 3ª equipe da Delegacia de Plantão, conseguiu juntar as peças do quebra cabeça e desvendar o crime. 
Pedro Henrique e seu irmão Felipe Rodolfo (assassinado em frente ao ITEP)
Anderson Rocha e Michael Eduardo estão com mandados de prisão e encontram-se foragidos

Segundo o delegado da especializada, Luiz Fernando, três dos envolvidos no crime já estão presos por determinação judicial, são eles: o cabeleireiro Pedro Henrique da Silva, preso pela 3ª equipe da DP de Plantão, no dia seguinte ao crime, a sua esposa técnica de enfermagem Ivonete Tintino da Silva, que trabalhava na casa da vítima e teria passado informações para o marido e Jefferson Batista Souza Morais. 
Jefferson Batista e Ivonete Tintino foram presos nesta sexta feira 16 de junho, pela equipe da Delegacia de Furtos e Roubos, por força de mandados de prisão expedidos pela justiça. Jefferson Batista foi preso preventivamente e Ivonete Tintino teve o mandado de prisão temporário.
Os dois foram presos em suas respectivas casas e conduzidos à Defur onde foram interrogados pelo delegado Luiz Fernando, acompanhados de seus advogados. De acordo o bacharel Luiz Fernando, Jefferson confessou sua participação no crime, disse que apenas dirigiu o carro, e apontou todos os outros envolvidos.
Já Ivonete Tintino, segundo Luiz Fernando, disse que é inocente e que não teve nenhuma participação no crime, apenas esperava o marido para pegá-la como fazia rotineiramente. Os outros três envolvidos, de acordo com o delegado, dois se encontram foragidos, mas já estão com mandados de prisão preventivas expedidos pelo judiciário. São Eles: Anderson Rocha de Oliveira e Michael Eduardo Rocha da Silva.
Felipe Rodolfo da Silva, irmão de Pedro Henrique da Silva, de acordo com o titular da DEFUR, também estava envolvido no latrocínio, mas este foi assassinado, quando se dirigia ao ITEP para fazer exame papiloscópíco na última quarta feira (15).  A Morte dele está sendo investigada pela Divisão de Homicídios (DHPP).
Dr. Luiz Fernando concluiu a entrevista concedida ao blog Fim da Linha, afirmando que o latrocínio está elucidado com as respectivas autorias e que o inquérito está praticamente concluído, faltando apenas a parte pericial, para que seja encaminhado a Justiça.
Em relação aos dois foragidos, Luiz Fernando enfatizou que sua equipe está trabalhando dia e noite para localizá-los e que a prisão dos dois é questão de dias. 






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Homicídio foi registrado em Martins

PASSANDO NA HORA Um Crime de Homicídio foi registrado na tarde deste domingo 25 de junho de 2017, na cidade de Martins que fica localiz...