sábado, 1 de abril de 2017

“Apertou o gatilho e a pistola não atirou”, diz militar do Exército vítima de arrastão em Caicó

JAIR SAMPAIO
Há exatos 23 minutos dessa madrugada, 01 de abril, o blog Jair Sampaio recebia o primeiro contato de uma vítima de assalto no bairro Maynard, zona leste da cidade de Caicó. Desesperado, um dos militares pedia ajuda, este foi o único que não foi visto pela quadrilha que invadiu a residência onde havia uma festinha entre militares e amigos.
"Eles entraram por volta da "meia noite", saíram cerca de 20 minutos depois, foi um terror, vi a morte. Eu estava por trás de uma porta quando vi algo cromado, tipo dando reflexo, quando olhei era um dos bandidos, o "CLAUDINHO" com uma pistola cromada, por sorte não me viu, era bastante agressivo e gritava muito", desabafa o militar do 1º BEC.
Ainda segundo a vítima que entrou em contato com o blog Jair Sampaio, o Claudinho estava acompanhado do Alan Pepeu e do "CAIÇARA", além deles havia um quarto, que não foi identificado até o momento. "O Claudinho apertou o gatilho da pistola, não teve tiros, a gente não sabe se a arma 'bateu catolé' ou não tinha munições", diz o militar.
O suposto disparo feito pelo Claudinho foi direcionado à cabeça de uma das vítimas, que é Servidor Civil do Batalhão de Engenharia de Caicó (1º BEC). "Por sorte não houve o disparo, porque tinha matado nosso amigo, foi na cabeça, a queima roupa, seria inevitável outro fim. A pistola tem aparência ser uma PT-380 Taurus", finaliza o militar.
"Os bandidos estão na frequência da PM, e tudo que é falado pela policia os vagabundos captam", revela uma das vítimas.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

PM de Currais Novos prende acariense com cocaína e evita suposto assalto a um mototaxista

O MELHOR  PREÇO DE MEDICAMENTOS DA CIDADE VOCÊ ENCONTRA AQUI, VENHA CONFERIR MAIS DE 30 ANOS ATENDENDO A POPULAÇÃO CURRAIS...