sexta-feira, 24 de março de 2017

Polícia Civil apresenta dois suspeitos de participarem de chacina em Mossoró


PASSANDO NA HORA

O delegado Regional Dr. Denis Carvalho e o titular da DHPP (Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa) Dr. Rafael Arraes em Mossoró,  apresentaram em uma coletiva de imprensa na sede do órgão no centro da cidade, na  tarde desta sexta-feira 24 março 2017, dois acusados de terem participado da chacina no bairro Boa Vista em Mossoró, no último dia 11, do corrente mês. O crime brutal chocou a população de Mossoró e foi matéria de nível nacional (RELEMBRE).
Segundo os delegados, era importante dá uma resposta imediata a população com relação a este caso, que ficou marcado na cidade. “Tivemos total apoio da Secretaria de Segurança do Estado do Rio Grande do Norte, que nos deu suporte total para chegarmos aos autores” frisou Dr. Rafael Arraes.
Os dois presos confessaram a participação na chacina, porém não quiseram falar com a imprensa. De acordo com as autoridades, uma terceira pessoa já foi identificada, porém não quiseram falar o nome para não atrapalhar as investigações que ainda estão em andamento.
“Temos informações que pelo menos quatro pessoas participaram, mas não descartamos uma quinta pessoa”. Informou o delegado. Segundo ele, a motivação seria apenas uma rixa entre as facções criminosas, do PCC, e Sindicato do Crime.
Segundo o delegado, apenas o Eduardo Nunes, seria o alvo. As outras pessoas foram vítimas de bala perdida. “A festa era do PCC, e o Sindicato do Crime, foi lá para matar um integrante, na tentativa de diminuir a facção PCC.
As outras pessoas foram vítimas por estarem no lugar errado, e na hora errada. O alvo era apenas o Eduardo. A menina não era especificamente o alvo como se especulou. e como aponta as investigações, e os relatos dos acusados. Ela apenas namorava um integrante do PCC que não estava no local”.
De acordo com o delegado, um fuzil utilizado na ação foi devolvido para Natal após o crime.
“O Felipe Martins dos Santos (de vermelho) veio de Parnamirim em Janeiro para Mossoró. Ele alugou a casa somente para guardar as coisas, ou seja, os coletes, as armas etc...
Ele foi preso hoje na área do Santo Antônio, armado com esse revólver. Francisco Josenilton da Silva, esse de Mossoró, foi preso em uma operação no último dia 22 de março em Mossoró (RELEMBRE).
Estamos dando continuidade às investigações e vamos chegar aos demais autores deste crime bárbaro.
Não houve denúncia anônima. Segundo Dr. Denis Carvalho, nesse tipo de crime ninguém informa nada.
Nosso serviço de inteligência conseguiu chegar aos dois, e vamos com toda certeza chegar aos demais participantes. Se foram quatro temos dois presos e um identificado. Se for cinco vamos chegar a os dois restantes.  A motivação foi apenas briga de facções e as ordens partiram da capital. Tentamos tirar no depoimento deles os mandantes, porém por segurança eles não falam nada. Finaliza.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

NATAL CAP DESSA SEMANA, CONFIRA A PREMIAÇÃO E BOA SORTE

RESPONSÁVEL PELA ÁREA DE CURRAIS NOVOS  WELDEN  (84) 9 9677-9013  WHATSAAP