quinta-feira, 10 de novembro de 2016

OPERAÇÃO CONJUNTA DA POLÍCIA PRENDEU JOVEM ACUSADO DE VÁRIOS CRIMES NO MUNICÍPIO DE LAGOA NOVA

J JÚNIOR
Por volta das 06 horas da manhã de hoje, 10/11, uma operação conjunta das policias Civil e Militar prendeu na cidade de Lagoa Nova, JOSÉ CARLOS ROBERTO DE SOUZA, 21 ANOS, VULGO “DUQUINHA” suspeito de vários crimes naquele município como; tráfico de drogas, arrombamentos de residências, assaltos, estupro, ameaça entre outros.
Duquinha é acusado de arrombar várias residências naquele município, em uma delas, na zona rural, ele na companhia de menores, furtaram R$-7.000,00 e duas espingardas. Naquela ocasião a Polícia Militar conseguiu recuperar as armas e apreender os menores, porém Duquinha fugiu e reapareceu dias depois com uma motocicleta Pop-100 que a polícia disse ter sido comprada com o dinheiro do furto.
Duquinha também é acusado de participar do assalto a um vigilante da eólica onde uma motocicleta Bros foi roubada. Na ocasião a Polícia Militar conseguiu recuperar a Bros no momento que Duquinha foi pegá-la na RN-041, mais precisamente na subida da serra onde estava escondida, mas Duquinha conseguiu fugir entrando na mata fechada deixando para trás a Pop 100 que foi apreendida junto com a Bros.
Duquinha também é acusado de estuprar uma menina de 05 anos de idade o que gerou muita revolta naquele município.
Duquinha também foi flagrado em uma interceptação telefônica, autorizada pela Justiça, ameaçando de morte o Sargento PM Brazão, comandante do destacamento de Lagoa Nova.
Apesar de todos esses crimes Duquinha nunca tinha sido preso e contra ele tinha 08 intimações, mas além de não aparecer para ser ouvido, sempre fugia quando a polícia se aproximava dele.
Mesmo preso hoje, algemado com as mãos para trás, Duquinha pediu água ao policial e quando o PM saiu para pegar na geladeira, ele fugiu correndo do destacamento, mas rapidamente a guarnição saiu em perseguição e o prendeu novamente. Ele deverá responder também por mais esse delito.
A Polícia o considera um elemento perigoso.






Nenhum comentário:

Postar um comentário