quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Cinco homens são presos suspeitos de explodir bancos no RN

PORTAL BO
Uma investigação da Delegacia de Polícia Civil de Pendências resultou na prisão de cinco homens que são suspeitos de estarem envolvidos na explosão de caixas eletrônicos no Estado, na final da tarde desta quarta-feira (09). Um deles foi preso em Natal, pela Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) e os outros quatro na cidade de Pendências: José Odegleide de Oliveira Lima, 39 anos; Francisco Luedson Cassimiro de Lima, 20 anos; Irabitan Télio de Oliveira Tertuliano, 35 anos e Genival Paulo da Silva, 77 anos.
Para prender os integrantes da associação criminosa, a Polícia deflagrou a Operação T.A.T.U., que contou com o trabalho conjunto da Polícia Civil, da Polícia Militar (Pendências, Alto do Rodrigues, GTO Macau e GTO Assu) e da Polícia Federal. O intuito da Operação foi combater o crime organizado na região de Pendências. Investigações apontam que a associação criminosa seja a responsável pelos furtos às agências dos Correios dos municípios de Pendências, Campo Grande, Afonso Bezerra, além de explosões a caixas eletrônicos nos municípios de Alto de Rodrigues e Ipanguaçu.
“Nesta quarta-feira (09), a Delegacia de Pendências informou à Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado, (Deicor), que um dos integrantes do grupo de nome Jariedson Bezerra de Moura estava em Natal. Jariedson, que é suspeito de envolvimento em explosões a caixas eletrônicos e cofres das agências dos Correios, usava como base criminosa o município de Pendências. Jariedson foi preso pelos policiais da Deicor”, detalhou o delegado titular da DP de Pendências, Thyago Batista.
Além das prisões, policiais conseguiram localizar esconderijos onde o grupo havia escondido armas e diversos instrumentos utilizados para a prática dos crimes. Em uma propriedade rural, localizada no distrito de Mulungu, município de Pendências, foram encontrados enterrados em diferentes pontos: armas de fogo de uso restrito, munições, coletes balísticos, grampos, blusões, coturno, dinheiro e várias garrafas de whisky. Em um sítio na Comunidade Olho D'água do Matos, município de Assu, foram encontrados: armas de uso restrito, munições, explosivos, coletes balísticos, balaclavas, luvas, blusões, rádio, pé de cabra, marreta e dinheiro.
O nome da Operação T.A.T.U é a sigla de Técnicas Avançadas de Trabalho Unido – em razão da integração entre Polícia Civil, Polícia Militar e Polícia Federal no combate ao crime organizado.





Nenhum comentário:

Postar um comentário