domingo, 20 de novembro de 2016

Após queda de helicóptero, polícia faz operação na Cidade de Deus, Rio

G1
Pelo menos uma pessoa foi presa e outra ficou ferida na madrugada deste domingo (20) durante uma operação na Cidade de Deus, Zona Oeste do Rio. A ação policial teve início nas primeiras horas do dia e foi determinada após a queda de um helicóptero da Polícia Militarque participava de uma operação na comunidade no sábado. Os quatro policiais que ocupavam a aeronave morreram no acidente. Às 9h44, duas pessoas já haviam sido presas na ação policial.
Imagens áereas feitas pelo GloboCop mostram policiais em vários pontos da comunidade na manhã deste domingo, com apoio de um veículo blindado, e uma barricada em chamas. O policiamento estava reforçado também nos acessos à comunidade durante a manhã. Na entrada pela Estrada do Cabinal nem moradores entravam de carro e, os que saíam, tinham os veículos revistados. A opção era dar a volta pela Edgar Werneck.
Segundo o secretário de Segurança, Roberto Sá, a operação na Cidade de Deus será por tempo indeterminado.
Durante a operação, de madrugada, foram apreendidos três fuzis e duas pistolas. Um homem que estava com um rádiotransmissor foi preso. Ele e o material apreendido foram encaminhados para a 32ª DP (Taquara). De manhã, outro homem foi preso em flagrante com trouxinhas de maconha na localidade conhecida como Conjunto Itamar Franco e foi encaminhado para a mesma DP. Ele tem passagens por porte ilegal de arma e associação ao tráfico. Até o começo da manhã, não havia informações sobre a pessoa ferida durante a operação policial.
Participavam da operação, liderada pelo Comando de Operações Especializadas (COE), homens de diversos batalhões da PM. A ação foi determinada durante reunião emergencial, realizada na noite de sábado no Centro Integrado de Comando e Controle, da Secretaria de Segurança Pública com a cúpula da PM e a chefia da Polícia Civil.
O Centro de Operações da Prefeitura do Rio informou que, por volta das 9h40,  a Est. Marechal Miguel Salazar Mendes de Moraes estava interditada, em ambos os sentidos, devido a operação policial, entre a Rua Antonieta Campos da Paz e a Rua Edgard Werneck. A Rua Edgard Werneck também estava interditada em ambos os sentidos, entre a Estrada Marechal Migual Salazar Mendes de Moraes e a Rua Suzano. Estrada dos Bandeirantes, Estrada do Gabinal e Linha Amarela eram opções.



SUPERMERCADO O BARATÃO DUAS LOJAS PARA MELHOR ATENDER A POPULAÇÃO CURRAISNOVENSE 

Nenhum comentário:

Postar um comentário