sexta-feira, 21 de outubro de 2016

MPF ingressa com ação de improbidade contra prefeito de Pendências

MPF
Ivan Padilha comprou combustíveis por preço acima do valor de mercado e em quantidades irreais, que permitiriam cada veículo “encher o tanque” 454 vezes no ano
O Ministério Público Federal (MPF) em Assu ingressou com uma ação de improbidade administrativa contra o prefeito de Pendências, Ivan de Souza Padilha. O gestor é acusado de contratar por três vezes - uma delas sem licitação - empresa para fornecimento de combustíveis (gasolina, óleo diesel e lubrificantes) para os veículos do Município, em 2012 e 2013, com preços acima do mercado e em quantidades muito superiores às necessárias.
Ao todo, o prejuízo aos cofres públicos foi calculado em R$ 476.381,02, levando-se em conta apenas a diferença entre os valores pagos e o preço médio dos combustíveis no estado. Porém, além do sobrepreço, as investigações apontaram que a quantidade adquirida era muito superior à demanda, pois dividida pelos “carros de passeio” da frota municipal representaria mais de 22 mil litros por ano, para cada um.
O procurador da República Victor Queiroga é autor da ação que revela, além do sobrepreço e da compra de quantidades acima das necessárias, a utilização indevida de recursos do Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar - Pnate, que deveriam ser investidos exclusivamente no transporte de estudantes e não para abastecer toda frota da prefeitura.



PRAÇA DESEMBARGADOR TOMAZ SALUSTINO, nº76, CENTRO, CURRAIS NOVOS
AVENIDA Dr. SILVIO BEZERRA DE MELO, nº 15, CENTRO, LAGOA NOVA- (84) 9 9919-1541
RUA SÃO JOÃO, nº 230, CENTRO, CERRO CORÁ

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Acidente tipo atropelamento foi registrado no centro de Currais Novos

BLOG JOTA DANTAS Por volta de 19h50 desta segunda (24), um acidente foi registrado na Avenida Silvio Bezerra, em frente ao Centro Empr...