domingo, 25 de setembro de 2016

CANDIDATO A POLÍCIA MILITAR DO CEARÁ FOI PRESO COM PONTO ELETRÔNICO

G1/CE
Um candidato ao concurso da Polícia Militar do Ceará foi preso durante a realização da prova, na tarde deste domingo (25), por fraudar o exame com uso de ponto eletrônico. De acordo com a Polícia Civil, o suspeito foi flagrado no local de prova utilizando o aparelho. A polícia investiga outros candidatos que possam estar utilizando equipamento semelhante para troca de informações.
Segundo o inspetor da Polícia Civil Fernando César, o homem foi preso também com o gabarito da prova. Os policiais ainda não confirmaram com os organizadores do certame se ele portava o gabarito oficial da prova; caso seja confirmado, será investigado também como as respostas foram vazadas.
Ainda de acordo com a Polícia Civil, o homem preso seria o responsável por passar as respostas a outros candidatos, que também utilizariam o ponto eletrônico para manter comunicação. "Esse tipo de crime não se pratica sozinho, agora precisamos descobrir quem compactuava com essa fraude", afirma o inspetor.
A organização do concurso afirma que reforçou a fiscalização para tentar identificar candidatos que estejam utilizando ponto ou equipamentos eletrônicos de comunicação.
A prisão ocorreu no Centro de Ensino Técnico, na Avenida Tristão Gonçalves, após o fiscal da sala identificar o uso do aparelho. O candidato saiu do local algemado e foi levado à Delegacia de Defraudações e Falsificações, no Centro de Fortaleza
Concurso da PM
A prova do concurso da Polícia Militar acontece neste domingo (25), em Fortaleza. De acordo com a organização do concurso, ao todo, 80.450 candidatos irão concorrer às 4.200 vagas de soldado. O salário inicial do cargo é de R$ 3.134,58.
As provas serão realizadas em 95 locais diferentes em Fortaleza e o candidato deverá verificar o local da prova e imprimir o cartão de informação no site do Instituto AOCP, empresa organizadora do certame.



Nenhum comentário:

Postar um comentário