terça-feira, 20 de setembro de 2016

Acusado de matar auditor da Riachuelo dá detalhes e disse que o matou em Mossoró e transportou o corpo no próprio carro da vítima

ACUSADO
VÍTIMA
FIM DA LINHA
O auditor Fiscal das lojas Riachuelo, Dinarte Bezerra da Silva Filho, de 36 anos de idade, encontrado na quarta feira dia 14, enterrado no município de Taipu no litoral Potiguar, foi assassinado por esganadura, nas proximidades da Praça do Rotary no bairro Nova Betânia em Mossoró. 
A revelação foi feita pelo acusado do crime, Dayvson André Silva de Oliveira de 23 anos, ao delegado Luiz Fernando titular da Delegacia de Furtos e Roubos de Mossoró que investigou o caso.
Dayvson está preso na cidade de João Câmara onde foi autuado por ocutação de cadáver, já que não havia flagrante por homicídio ou latrocínio. 
Segundo o bacharel Luiz Fernando, Dayvson revelou que na madrugada de domingo dia 21 de agosto, os dois estavam em um restaurante e em determinado momento, saíram e foram até o hotel onde a vítima estava hospedada.
Quando retornaram ao restaurante os dois se desentenderam e Dayvson acabou matando o auditor fiscal estrangulado. Ainda de acordo com o Dr. Luiz Fernando, Dayvson disse também que após matar seu amigo, deixou o corpo no banco traseiro do carro, trancou as portas e viajou para Parnamirim e dois dias depois voltou para Mossoró, onde transportou o corpo até Taipu e o enterrou. 
Como o auditor fiscal foi assassinado em Mossoró, o crime entra nas estatísticas de homicídios, no município passando assim para 165 o número de pessoas assassinadas na cidade neste ano de 2016.




Nenhum comentário:

Postar um comentário