quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Polícia procura dois suspeitos de assaltos que foram identificados por vítimas em Caicó

 JAIR SAMPAIO
Até três roubos a mão armada, por dia, está sendo registrado em Caicó, e após um criterioso levantamento da Polícia Militar, dois nomes soaram fortemente, além das características serem as mesmas, os dois suspeitos descritos pelas vítimas já são velhos conhecidos da polícia, mas desconhecidos da justiça, assim vivem atormentando a sociedade caicoense. Sem recuperação.
O primeiro suspeito já identificado é o ex-presidiário Wanderley Bezerra da Silva, 35 anos, migrante em bairros da zona oeste de Caicó, e sua principal bandeira no crime é furtar objetos em motos (Biz), arromba com muita facilidade qualquer tipo de veículo e invade residências (silenciosamente). Wanderley é o tipo do ladrão discreto, que não ostenta e dá uma de coitado.
O segundo suspeito que também foi descrito com a ajuda de vítimas, somente nessa terça feira, 30 de agosto, foram duas, na área central da cidade, foi identificado com ALAN, ele mora próximo à ponte velha, sentido zona norte de Caicó. Diferente de Wanderly, tudo que ALAN pega é para o uso de drogas, ao contrário do seu comparsa que usa a atividade do crime como meio de negócio e vida.
Numa das investigações da polícia, Wanderly foi detido por ter furtado um computador de um cantor de forró, ao fim de tudo, o investigado disse que negociou o chip de celular e o notbook roubado com um taxista que atua na praça de frente ao hospital Thiago Dias, que inclusive, é este taxista que empresta as motos para o Wandely atuar em Caicó. São mais de 30 motos de estouro.
Lembrando que as fotos são antigas (retiradas das redes sociais). Como descrito pelas vítimas, o Wanrderley é um pouco mais forte (gordo).



SUPERMERCADO O BARATÃO DUAS LOJAS PARA MELHOR ATENDER A POPULAÇÃO CURRAISNOVENSE 

Nenhum comentário:

Postar um comentário