quinta-feira, 30 de junho de 2016

Bandidos fortemente armados, cercam destacamento de polícia e explodem agência do Banco do Brasil em Carnaúba dos Dantas-RN

 
 
 
MUNIÇÃO DEFLAGRADA DE FUZIL
TOSCANO NETO
Por volta de 00h30min. desta quinta-feira (30/06), bandidos explodiram os caixas eletrônicos e o cofre do Banco do Brasil de Carnaúba dos Dantas-RN.
Os bandidos antes de praticarem a explosão, espalharam grampos na estrada que liga a cidade de Carnaúba dos Dantas à Rajada, onde inclusive viaturas da Polícia Militar de Parelhas, tiveram os pneus furados. 
Ao chegarem na cidade um bando cercou a Delegacia da Polícia, onde ainda houve troca de tiros, enquanto que outro bando explodia os caixas eletrônicos e o cofre da Agência do Banco do Brasil que fica no centro da cidade.
A explosão foi tão forte, que atingiu a parede da Drogaria Frei Damião que fica anexo com o Banco do Brasil. Após praticarem a ação criminosa, a quadrilha fugiu com destino à Paraíba. Policiais Militares de Currais Novos, Acarí, Jardim do Seridó, Parelhas e Santana do Seridó foram mobilizados, mas até o momento ninguém foi preso.
Policiais do BOPE e da DEICOR foram deslocados de Natal e também estão em diligências nesse momento.
JAIR SAMPAIO
Após três intensos estrondos, seguidamente, a quadrilha que invadiu a cidade de Carnaúba dos Dantas, cercou a polícia e levou todo o dinheiro que havia nos caixas bancários, conseguiu fugir em dois veículos, que foram identificados por moradores como sendo: Uma caminhonete de cabine dupla (pode ser Hillux ou Amarok, cor preta) e um Meriva (cor não definida).
Sem temer qualquer risco, populares invadiram a cena do crime logo após a fuga da quadrilha. De acordo com a policia, um risco iminente para todos que ali estavam, pois corre o risco de local haver explosivos ainda não acionados, o que facilmente provocaria um desastre ainda maior.
Polícia impedida de impedir explosão 
Mesmo com a comunicação em tempo real com a central do 6º BPM de Caicó, CIPM de Currais Novos e Parelhas, os policiais militares que tentaram chegar no teatro do crime para impedir a explosão tiveram ospneus das viaturas estourados. De acordo com um PM que tentou ajudar, a quadrilha espalhou grampos por vários trechos da área urbana, áreas adjacentes ao banco, onde houve a explosão.
A polícia acredita que a quadrilha conseguiu fugir para o estado da Paraíba. Ainda não foi repassado para a imprensa o montante levado, mas foi o suficiente para deixar toda a cidade no caos... "Vai ser mais 6 meses para termos o banco de volta, sem falar que hoje é dia de pagamento para os professores do estado, e absurdamente todos vamos ter que ir para alguma cidade próxima", lamentou uma cidadã.
Os estilhaços também fizeram quebradeira em vidraças de algumas residências próximas do local da explosão. Felizmente, segundo testemunhas, ninguém ficou ferido, foi uma ação muito bem planejada pelo crime organizado.







Nenhum comentário:

Postar um comentário