terça-feira, 31 de maio de 2016

Secretário da Sesed participa de reunião no Ministério da Justiça com a presença do Presidente da República

SESED
O governo federal irá criar um núcleo federal de enfrentamento à violência de gênero, um cadastro nacional de medidas restritivas contra agressores e repassar diárias para reforçar o efetivo das polícias estaduais para a prevenção e repressão a crimes de natureza sexual e violência doméstica.
As ações foram anunciadas pelo presidente da República, Michel Temer, e pelo ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, na manhã desta terça-feira (31), em Brasília, durante reunião sobre o Plano Nacional de Segurança Pública com a participação do secretário estadual da Segurança Pública e da Defesa Social do Rio Grande do Norte, Ronaldo Lundgren, e demais representantes da segurança pública dos estados brasileiros e Distrito Federal.
“Vamos combater a violência, em especial a violência contra a mulher, através de medidas concretas e vamos buscar meios de dar apoio aos estados. Da palavra, devemos passar para a ação e a execução”, destacou o presidente Temer.
O ministro Alexandre de Moraes ainda apresentou à plenária três futuros gestores de pastas ligadas ao Ministério da Justiça. Na Secretaria de Direitos Humanos, deverá assumir Flávia Piovesan, na Secretaria de Políticas para Mulheres, Fátima Pelaes, e na Secretaria Nacional de Segurança Pública, Celso Perioli.
"Hoje daremos um salto gigantesco e efetivo nas ações de segurança pública no Brasil. São ações de prevenção e repressão que vão repercutir na ponta, no sistema de segurança dos estados e no combate à violência contra a mulher", afirmou o ministro da Justiça e Cidadania.





Nenhum comentário:

Postar um comentário