sábado, 7 de maio de 2016

No interior, policiais da Cipred irão reforçar serviços de rua


SIDNEY SILVA
O Comandante Geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, Coronel Dancleiton Pereira Leite, determinou que policiais da Companhia Independente de Prevenção ao Uso de Drogas – CIPRED em diversos municípios do Estado, sejam removidos para unidades militares, CIPMs e Batalhões para atuar também no serviço de rua.
O comandante considera para a fazer a movimentação, a obediência aos Princípios Constitucionais da Legalidade, impessoalidade, moralidade, pessoalidade e eficiência; proporcionar a otimização e a agilização dos serviços operacional e administrativo no âmbito Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte; melhorar e reforçar cada vez mais a atividade-fim da Corporação, com incrementação de efetivo nas unidades operacionais do Interior do Estado e uma melhor adequação e planejamento dos programas sociais ligados a esta instituição castrense.
No Seridó, da Cipred foram retirados 18 policiais militares, sendo 5 soldados, 10 cabos, 2 Sargentos e um Subtenente. Eles foram direcionados para a 3ª CIPM de Currais Novos. Ainda na região, foram movimentados 3 Sargentos, 3 Cabos e 5 Soldados, para o 6º BPM.
Para o 4º BPM de Santa Cruz, foi movimentado um Sargento.
Para a 1ª CIPM (Macau/RN), para servir no Destacamento Policial de Guamaré/RN, 1 Cabo.
Da Companhia Independente de Prevenção ao Uso de Drogas – CIPRED para o 2º BPM (Mossoró/RN), 8 Soldados.
Da Companhia Independente de Prevenção ao Uso de Drogas – CIPRED para o 8º BPM (Nova Cruz/RN), 1 Cabo e 5 Soldados.
No mesmo Boletim, o Coronel Dancleiron Pereira, determina que os Comandantes de Unidades terão o compromisso e a responsabilidade, em relação ao efetivo ora movimentado, de dar continuidade as ações do Programa Educacional de Resistência as Drogas (PROERD), bem como o desenvolvimento do Policiamento Ronda Escolar, os quais ficarão sob a Supervisão e Coordenação Pedagógica da Diretoria de Ensino, com o apoio técnico da CIPRED, bem como as suas diretrizes e planejamento.
Devem ainda estabelecer que as atribuições de utilização e fiscalização, no tocante aos serviços e demandas operacionais dos policiais movimentados, serão de competência dos Comandantes das unidades a que estiverem subordinados.



Nenhum comentário:

Postar um comentário