terça-feira, 17 de maio de 2016

MOSSORÓ REGISTRA O 100º HOMICÍDIO DE 2016


PASSANDO NA HORA
O Centro Integrado de Operações e Segurança Pública (CIOSP) registrou mais um crime de homicídio por volta das 23:50 hs desta segunda feira 16 de maio de 2016, em Mossoró no Rio Grande do Norte. A ação criminosa ocorreu em uma casa abandonada que serve como ponto para usuários de drogas na Rua Felipe Camarão no bairro Doze anos, em frente aos Correios do bairro. De acordo com as primeiras informações repassadas pela polícia, um casal que chegou ao local logo depois que a polícia chegou, ela seria a dona da casa e os dois relataram, que, dois indivíduos chegaram em duas motocicletas tipo Pop sendo uma de cor vermelha e outra preta, perguntaram aos dois pela pessoa chamada "Marcelo". Segundo o casal eles disseram que não sabiam quem era "Marcelo". Os elementos efetuaram um disparo e mandaram que o casal corresse e entraram na residência. Executaram uma pessoa que posteriormente foi identificado pela testemunha como sendo "Marcelo", estava dentro de uma rede. Para o perito criminal Renildo Marcelino, a vítima foi executado com cerca de pelo menos cinco disparos de arma de fogo, possivelmente calibre 38. Renildo não soube precisar se a vítima dormia na hora do crime uma vez que ele tava na posição de sentado. "Pode ser que ele tivesse dormindo e tentado se levantar para correr, e não teve o devido tempo". Finalizou o perito. A Polícia Militar isolou o local de crime Após perícia do ITEP o corpo foi removido para a sede do órgão. A DEHOM irá investigar o caso. Uma equipe da polícia civil colheu as primeiras informações com o casal que testemunhou a ação e deverá preparar relatório e passará para a delegacia competente. Ainda de acordo com o casal, Marcelo teria puxado cadeia em Alcaçuz o que deverá ser apurado se procede, se ele era foragido ou não.




Nenhum comentário:

Postar um comentário