quarta-feira, 6 de abril de 2016

Mas informações sobre a prisão dos acusados de latrocínio contra o professor Diogo Nóbrega

 
FOCOELHO
Uma investigação conduzida pela 2ª. Delegacia de Polícia Civil de Parnamirim, com apoio da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), revelou que Jefferson Santos da Silva, conhecido como “Lilinho”, 20 anos, é um dos suspeitos de ter roubado e matado o professor universitário Diogo Rosenberg da Silva Nóbrega, 26 anos, no dia 20 de fevereiro deste ano. O corpo da vítima foi encontrado um dia após, próximo às falésias da praia de Cotovelo, em Parnamirim.
A Polícia Civil também identificou que Mayara de Souza Gomes foi a responsável por ter vendido o aparelho celular que foi roubado do professor. Os detalhes da investigação e das prisões foram revelados, na manhã desta quarta-feira (06). Os dois suspeitos, e mais um outro homem que comprou o aparelho celular roubado, estão presos...







Nenhum comentário:

Postar um comentário