quinta-feira, 24 de março de 2016

Após mandar vítima cavar cova, adolescente mata homem a facadas

G1/RN
Um adolescente de 15 anos procurou a Delegacia de Plantão da Zona Norte, em Natal, para assumir o assassinato de um jovem de 21 anos. De acordo com o delegado Cláudio Oliveira, o adolescente admitiu ter esfaqueado a vítima após mandar que ele cavasse uma cova no quintal de casa, na noite dessa quarta-feira (23), no bairro do Pajuçara, na Zona Norte de Natal. O crime teria sido motivado por ciúmes. Após se apresentar à polícia e confessar o crime, o adolescente foi liberado.
De acordo com o delegado, o adolescente procurou a delegacia na manhã desta quinta-feira (24) para assumir o crime. "Ele disse que ao chegar na casa onde mora com a namorada, de 14 anos, encontrou ela em companhia da vítima. Ao questionar o que a vítima fazia ali, a namorada teria dito que o jovem tinha tentado estuprá-la", relatou o delegado.
Ainda de acordo com Oliveira, o adolescente teria dito que fingiu estar com raiva da namorada antes de matar o jovem. "Ele mandou o jovem cavar uma cova no quintal da casa, pois iria matar a namorada. O jovem teria concordado com o plano, mas quando a vítima acabou de cavar, ele desferiu as facadas e o enterrou", explicou.
"Ele disse que ainda desenterrou o corpo na manhã desta quinta, mas que depois de conversar com a namorada, decidiram que era melhor que ele se entregasse. Como ele não tinha nenhum mandado de apreensão em aberto e a apresentação foi voluntária, tivemos que liberá-lo", concluiu Oliveira.
A vítima foi identificada como Bruno Ricardo da Silva. Técnicos do Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) estiveram no local para recolher o corpo. O caso foi repassado para a Delegacia de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).







Nenhum comentário:

Postar um comentário